top of page

“Jogos Infantis” (1560) de  Pieter Bruegel (1525-1569)

 

   

 

 

 

https://m.mediamazon.com/images/I/51wZbhfdczL._AC_.jpg

 

Este post propõe-se a apresentar brevemente a obra “Jogos Infantis” (1560) do artista Pieter Bruegel (1525-1569). Há várias referências bibliográficas que contemplam esta obra a partir de diferentes perspectivas: das artes, da semiótica, da história, dentre outros. Os textos consultados estão citados ao final do post.  O objetivo aqui é trazer este olhar ampliado sobre o brincar  para a educação: na interdisciplinariedade com as artes, na provocação da observação; na correlação com interações a partir das relações sociais

 

Primeiros olhares

Ao olhar para a Educação de forma ampliada, torna-se necessário tornar-se sensível. E as obras de arte podem ser parte deste processo pois nos convidam  à experiência da percepção de modo mais intenso. O olhar para a arte é um chamado à reflexão que pode ampliar mundos.

 

Em “Jogos Infantis”, pintura datada de 1560, Pieter Bruegel de forma muito expressiva e rica de significações  retrata aproximadamente, 250 personagens - crianças e adultos (cujas fisionomias não diferem muito entre si) –  brincando e participando de cerca de 80  brincadeiras diferentes .

 

Jogos e brincadeiras faziam  parte da cultura camponesa da Europa Medieval.  Algumas das brincadeiras representadas na pintura não mais existem, mas é possível perceber que  muitas delas chegaram até nós pelo poder da herança cultural. Ao notarmos tantas semelhanças em uma obra de 1560 com os dias atuais, é possível afirmar que o .brincar faz  parte da condição humana.

 

A leitura da obra “Jogos Infantis” pode auxiliar na compreensão das brincadeiras, comportamentos, gestos, maneiras de viver, infância e ampliar o olhar para as práticas corporais vividas no século XVI  e fazer um paralelo com os dias atuais.

 

Partilhamos algumas questões:

Na pintura é possível observar os modos livres de expressão, a forma como adultos e crianças brincavam. E hoje? Há oportunidades de  movimentos livres? Como nossa cultura, principalmente a escolar, lida com os “corpos”? São livres ou silenciados? Porque? Para atender a quais interesses? E os adultos, são brincantes? E os educadores?  Como as crianças olham para as práticas, os corpos e as brincadeiras dos adultos?

Jogos Infantis

Figura 1 - JOGOS INFANTIS - PINTADO EM 1560. (Disponível em: https://virusdaarte.net/pieter-bruegel-o-velho-jogos-infantis/. Acesso em 11/11/2020)

 

 

Descrição e leitura estética da obra “JOGOS INFANTIS”

 

No trabalho de NETTO; PERASSI e FIALHO, 2013 há uma detalhada descrição da obra “Jogos infantis”. Apresentaremos, de forma resumida as informações mais gerais: “em um plano levemente inclinado, de uma cor terrosa, cerca de 200 pessoas, homens e mulheres, com diferentes idades praticam ações típicas de jogos e de brincadeiras infantis, entre as mais de 80 atividades”. “O cenário representa uma aldeia rural e as pessoas vestem-se de forma aparentemente igual...” Os movimentos físicos são inquietos, mas não há em suas aparências o riso ou o cansaço, apenas rostos muito semelhantes.” “ As atividades se desenvolvem em um espaço público, numa área aberta, rodeada por construções, como num vilarejo. “  p. 250

 

Nos detalhes apresentados na figura 2, há representação de brincadeiras, jogos,  danças, em sua forma espontânea, como parte de um cotidiano deste tempo/lugar. Os trajes das crianças são muito parecidos com os dos adultos, bem como suas feições. Estes podem ser indícios de que elas eram tratadas como miniadultos. Como era a visão sobre a criança naquela civilização? Porque as crianças tem aparência de adultos? E os adultos? Estão em atividade de criança? Os jogos são apenas infantis? E as infâncias dos nossos tempos atuais? 

     

 Figura 2 - Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/discovirtual/aulas/5331/imagens/imagem2.jpg

       

 

Figuras 11, 12 e 13 Disponíveis em:

  1. https://cdn.plough.com/-/media/images/plough/article/artwork/paintings/old-masters/bruegelrr2.jpg

  2. https://viciodapoesia.files.wordpress.com/2013/12/jfe.jpg

  3. https://cdn.shopify.com/s/files/1/0895/0864/products/xam93758_1024x1024.jpeg

Acesso em 12/11/2020

             

 

Com vistas às considerações finais, sem a pretensão de se estabelecer conclusões, é possível perceber que pelas artes, especificamente na obra Jogos Infantis de Pieter Bruegel(século XV), várias brincadeiras foram representadas  e podem ser utilizadas para relacionar os tempos , auxiliando na compreensão do sentido de mudanças e permanências. É necessário aproximar arte e educação. É possível também refletir e ressignificar o brincar á luz da  interação entre sujeito e mundo.

 

Sites interessantes:

BRINCADEIRAS POPULARES.

Disponível : http://www.saosebastiao.sp.gov.br/ef/pages/cultura/jogos_e_brincadeiras/brincadeiras_populares/

Acesso em 12 de novembro de 2020

"JOGOS INFANTIS" DE PIETER BRUEGEL, O VELHO [PINTURA].

Disponível em: https://chnm.gmu.edu/cyh/primary-sources/332.

Acesso em 12 de novembro de 2020

 

PIETER BRUEGEL.

Disponível em:  https://www.concursosnobrasil.com.br/escola/biografias/pieter-bruegel.html.

Acesso em 12 de novembro de 2020

PIETER BRUEGEL, O VELHO – JOGOS INFANTIS.

Disponível em: https://virusdaarte.net/pieter-bruegel-o-velho-jogos-infantis/.

Acesso em 12 de novembro de 2020

PIETER BRUEGEL, O VELHO.

Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pieter_Bruegel,_o_Velho

Acesso em 12 de novembro de 2020

 

Artigos científicos:

NETTO, Marinilse; PERASSI, Richard; FIALHO, Francisco Antonio Pereira Projética, Londrina, v.4, n.1, p. 249-266, Jan./Jun. 2013

Rodrigues, D.L e Marroni, 2012 P C PIETER BRUEGEL E OS JOGOS INFANTIS: IMAGENS MEDIEVAIS COMO ORIGEM DAS PRÁTICAS CORPORAIS CONTEMPORÂNEAS Anais da Jornada de Estudos Antigos e Medievais ISSN 2177-6687 .

Disponível em http://www.ppe.uem.br/jeam/anais/2012/pdf/r-z/39.pdf.

Acesso em 21 de Setembro de 2021

 

SILVA Anilde Tombolato Tavares ; OLIVEIRA Marta Regina Furlan ; BITTENCOURT Cândida Alayde de Carvalho. O BRINCAR E O PROCESSO DE INTERAÇÃO SUJEITO – MUNDO: APROXIMAÇÕES ENTRE ARTE E EDUCAÇÃO. Educere XXII Congresso Nacional de Educação PUC PR 2015.

Disponível em https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2015/16270_7260.pdf.

Acesso em 27 de Setembro de 2021

Imagem1 - JOGOS INFANTIS.jpg
Imagem2 - JOGOS INFANTIS.jpg
Imagem3 - JOGOS INFANTIS.jpg
FIGURA-12 - JOGOS INFANTIS.jpg
FIGURA-13 - JOGOS INFANTIS.jpg
FIGURA-14 - JOGOS INFANTIS.jpg
bottom of page