top of page

CONTOS ACUMULATIVOS

 

O conto acumulativo é um tipo de gênero literário que possui como característica a repetição de ações ou falas, deste modo à ação ou a fala de personagens vão se acumulando ao longo do conto sendo que alguns elementos vão se repetindo e outros sendo adicionados, mas sempre respeitando a mesma ordem. E no final da narrativa se tem uma sequência de várias repetições que se somam até finalizar a história. Também pode ser chamado de canto acumulativo ao qual se é cantado o conto, ao invés de ser lido normalmente ele se transforma em canção. No entanto, o conto acumulativo também pode ser conhecido como parlenda longa, lenga-lenga ou contos de nunca mais acabar.

 

⁕ Brincadeira 1:

Nome: Jogo de Empilhar do Conto Acumulativo A casa Sonolenta

Descrição: Primeiramente, deve ser realizada a leitura do conto A casa sonolenta para as crianças, logo após distribuir o material impresso com as figuras para os alunos colorirem, recortarem e colarem nas caixas de fósforo. Em seguida explicar os critérios da brincadeira para os mesmos. Os critérios são: quem empilha mais rápido, qual pilha fica de pé por mais tempo e quem consegue fazer a pilha na sequência do conto. Estes três critérios podem ser utilizados ao mesmo tempo ou realizar uma competição diferente para cada critério por vez alternando a cada grupo, assim possibilitando a competição entre pequenos grupos (duplas ou trios) e no final fazer uma competição para saber quem é o vencedor.

Comentário: Esta atividade tem importância pedagógica pelo fato de ser uma brincadeira que lida com a percepção, concentração, memória e atenção da criança, assim o professor pode avaliar se os educandos conseguiram compreender a sequência do conto acumulativo, se sabe identificar e diferenciar os personagens. Além de também poder observar as dificuldades ao longo de todo o processo e/ou facilidades durante a atividade. Contudo, o jogo é uma experiência sensível e cognitiva ao qual nesse jogo em questão trás a competição que é um estimulante para os jogadores a participar e competir por várias vezes seguidas.

*********************

 

⁕ Brincadeira 2:

Nome: Fui ao mercado e comprei...

Descrição: Inicialmente, um integrante irá iniciar a brincadeira falando a frase “fui ao mercado e comprei” e acrescentar algum produto a frase, na qual cada participante deve repetir a sentença dita pelos colegas anteriores e acrescentar outro produto a frase. Neste caso, cada participante deve acrescentar um produto comprado no mercado.

Comentário: A brincadeira tem importância pedagógica por trabalhar a atenção, a memória e a concentração de cada participante que está brincando. O docente a partir desta atividade pode avaliar se o educando tem dificuldades para memorizar e de concentrar-se para acompanhar devidamente o que está sendo falado. Através dela também se pode observar se os participantes sabem quais produtos se encontra no mercado e se os conhece. Dessa maneira, segundo Huizinga, o jogo tem uma função simbólica e poética. Jogando, criamos novas imagens, novos símbolos, reinventando e redimensionando nós mesmos e o mundo.

*********************

 

⁕ Brincadeira 3:

Nome: O canto da bicharada

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=rphSg9ZJ3ds&feature=emb_logo&ab_channel=Aman%C3%A1Educacional

Descrição: A princípio deve-se ler o livro O canto da bicharada para os educandos mostrando a imagem de cada um dos animais ao ler, após a leitura perguntar para eles qual é a ordem dos animais no conto. Em seguida, pedir para as crianças que na próxima leitura do conto elas imitem o som dos animais. Iniciar novamente a leitura e prestar atenção nos sons emitidos pelos alunos para representar os animais e ao finalizar a leitura pode-se também fazer uma peça de teatro com o mesmo conto utilizando figurinos dos animais.

Comentário: A atividade retrata a história da bicharada e é ótima para incentivar as crianças a reproduzir o som de cada animal que o livro aborda assim os educandos aprendem as onomatopeias e os sons que os animais produzem para se comunicar com os demais. Todavia, sendo importante pedagogicamente para conhecer os animais e os seus sons.

Mostrar não é contar; a manifestação física de uma comunicação; a expressão física de uma atitude; usar a si mesmo para colocar um objeto em movimento; dar vida ao objeto; “Fisicalize este sentimento! Fisicalize este relacionamento! Fisicalize esta máquina de fliperama. Fisicalize, dê vida a este papagaio de papel, este peixe, este objeto, este gosto etc.!”, representar é contar, fisicalizar é mostrar; uma maneira visível de fazer uma comunicação subjetiva (SPOLIN, 1982, p. 340).

*********************

 

⁕ Brincadeira 4:

Nome: História da coca

 https://www.youtube.com/watch?v=ZZLsciG1LMo 

Descrição: Esta atividade é para ser contada e cantada, ela é um conto popular de acumulação. Esse conto é uma história muito antiga assim possuindo elementos que muitas crianças podem não saber o que é por não fazer parte de sua cultura. Ele pode ser trabalho primeiramente somente com a leitura e após a assimilação da história realizar o canto, sempre buscando que os alunos aprendam a ordem dos objetos trocados, os personagens e a sequência dos eventos ocorridos.

Comentário: A atividade é uma boa opção para brincar musicalmente tanto na escola como em casa, se acompanhada por um instrumento musical fica melhor ainda. Este conto popular antigo trabalha a memória, a concentração e a atenção, todavia sendo importante utilizar figuras para demonstrar e ajudar na memorização da sequência. Através desse conto é possível brincar de teatro com os educandos, aí é só distribuir os personagens e as falas. Ela é importante pedagogicamente por trabalhar a fala, o canto, o ritmo e a participação.

A imaginação é também um modo de conhecer. Quando a criança, em seu pensamento projetante, maneja a matéria – massinha, lápis e papel, tecidos, roupas, sons – e cria no contato com ela, a imaginação criadora se desvela. Uma imaginação que é também capaz de antecipar, antever, pois imaginar é também levantar hipóteses para sua ação. [...] Essas atitudes poderão abrir espaço para o imaginário (MARTINS, 1999, p. 117).

*********************

 

⁕ Brincadeira 5:

Nome: O filho mudo do Fazendeiro

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=FzBghK_iieo&ab_channel=SandraGuzmanNarra%C3%A7%C3%A3odeHist%C3%B3rias

Descrição: A atividade é para ser contada e é baseada no livro No meio da noite escura tem um pé de maravilha. É um conto rico em conhecimentos e imaginação ao qual possui três histórias paralelas dentro do mesmo, ao qual se trabalha a atenção, concentração e participação por poder ser cantada pelas crianças durante os momentos musicais. Através dele pode ser realizada uma peça teatral com as histórias que compõe o desenrolar do conto, assim tendo vários cenários e figurinos.

Comentário: É um conto magnífico que aborda sobre um jovem que nunca falou, mas que ao encontrar a moça que lhe inspira e o faz questionar através de suas histórias acaba falando para poder expressar sua opinião em relação à história. Também seria outro conto que valeria a pena ser encenado pelos educandos. É importante pedagogicamente por abordar culturas diferentes e mostrar o quanto é importante ouvir, representar e conhecer histórias.

Reverbel (1979, p. 9), [...] afirma que o objetivo do teatro na Educação “é o de favorecer a auto expressão, oferecendo meios para que, gradativamente, se desenvolvam a espontaneidade, a imaginação, a percepção e, consequentemente, a criatividade”.

 

Anexo (Referente à brincadeira 1):

 

 

 

Referências Bibliográficas:

 

Carona: um conto cumulativo para divertir as crianças. Blog Leiturinha, 2020. Disponível em: https://leiturinha.com.br/blog/conto-cumulativo/ Acesso em: 18 de abr. de 2021.

 

O que é um conto acumulativo?. Brainly, 2014. Disponível em: https://brainly.com.br/tarefa/1273335#:~:text=O%20conto%20acumulativo%2C%20tamb%C3%A9m%20denominado,at%C3%A9%20o%20final%20desse%20conto. Acesso em: 18 de abr. de 2021.

 

SOARES, Carmela. Artes na educação. v. 2/ Carmela Soares. – Rio de Janeiro: Fundação Cecierj, 2006. Disponível em: https://canal.cecierj.edu.br/recurso/6699. Acesso em: 14 de abr. de 2021.

 

Brincadeira 1:

Jogo de Empilhar Conto Acumulativo A Casa Sonolenta. Ideia Criativa, 2014. Disponível em: https://www.ideiacriativa.org/2014/09/jogo-de-empilhar-conto-acumulativo-casa.html. Acesso em: 12 de abr. de 2021.

 

Brincadeira 2:

Contos Acumulativos. Brincadeiras Literárias, 2012. Disponível em: http://brincadeirasliterarias.blogspot.com/2012/09/contos-acumulativos.html. Acesso em: 12 de abr. de 2021.

 

Brincadeira 3:

Duda Encanta – O canto da bicharada. Amaná Educacional, 2020. Disponível em: http://amanaeducacional.com.br/downloads/duda-encanta-o-canto-da-bicharada/. Acesso em: 13 de abr. de 2021.

 

Brincadeira 4:

História da coca. Brincadeiras musicais em família – com Ana Elisa, 2020. (9min19s). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ZZLsciG1LMo&ab_channel=BrincadeirasMusicaisemFam%C3%ADlia-comAnaElisa. Acesso em: 13 de abr. de 2021.

 

Brincadeira 5:

O filho mudo do fazendeiro – Conto popular brasileiro recontado por Ricardo Azevedo – Conto acumulativo, 2021. (18min43s). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FzBghK_iieo&ab_channel=SandraGuzmanNarra%C3%A7%C3%A3odeHist%C3%B3rias  Acesso em: 13 de abr. de 2021.

*********************

contos cumulativos - ref-1.jpg
contos cumulativos - ref-2.jpg
bottom of page